sexta-feira, março 05, 2010

Hora do Planeta 2010






Um Bilhão de pessoas no mundo todo deve apagar as suas luzes, por sessenta minutos, em 27 de março, na maior mobilização da Terra contra o aquecimento global.

Pelo segundo ano consecutivo WWF-Brasil promove o movimento no país.


Hora do Planeta 2010:
27 de março de 2010, às 20h30min.


Aconteceu Chengdu, na China, no dia 11 de fevereiro de 2010, o lançamento da contagem regressiva para a Hora do Planeta 2010.

Mei Lan, a ursa panda que voltou recentemente para a China após uma missão diplomática em Atlanta, EUA, foi designada como a Mascote Embaixadora Mundial da Hora do Planeta.

Neste Ano Internacional da Biodiversidade, a ursa panda também simboliza a importância de protegermos ecossistemas e espécies em todo o planeta.

Às 20h30min de sábado, dia 27 de março, milhões de pessoas em todos os continentes irão desligar as luzes durante sessenta minutos - a Hora do Planeta – na maior mobilização mundial contra o aquecimento global.

O lançamento da Hora do Planeta, 2010 ocorreu em Chengdu - a primeira cidade da China a assumir o compromisso de apagar as suas luzes no dia 27 de março – e cidade natal da ursa panda Mei Lan. Símbolo da Rede WWF, as pandas gigantes habitam Chengdu há mais de 8 milhões de anos.

A população de Chengdu se une aos cidadãos de mais de 70 países de todo o mundo, incluindo o Brasil, que já aderiram ao "apagar as luzes". Entre eles estão também quatro países de quatro continentes diferentes, que participam pela primeira vez da Hora do Planeta - Paraguai, Mongólia, Madagascar e a República Tcheca.

A Hora do Planeta continua a ganhar ímpeto à medida que as pessoas, em todo o mundo, decidem tomar para si a responsabilidade de mostrar que é possível enfrentar a ameaça do aquecimento global por meio de uma ação coletiva. Diariamente, novos países, cidades e localidades se inscrevem para participar dessa ação e desligar as luzes no dia 27 de março de 2010.

"A Hora do Planeta 2010 constitui a evidência de que a comunidade mundial quer adotar hábitos e um estilo de vida de baixo carbono, demonstrando sua liderança para que, por sua vez, os nossos líderes mundiais tratem a questão do aquecimento global com a responsabilidade necessária", declarou o diretor-executivo e co-fundador da Hora do Planeta, Andy Ridley.

O diretor geral da Rede WWF, Jim Leape, disse que o fato de a cidade de Chengdu - que integra a economia que mais cresce no mundo - liderar pelo exemplo, ao se comprometer com essa iniciativa e oferecer os serviços de Mei Lan para esse cargo de tanto prestígio, constitui uma homenagem à Hora do Planeta.

"Chengdu é o ponto central desse chamamento mundial à ação para a adoção de uma resolução do clima, durante o lançamento da Hora do Planeta 2010," disse Leape.

Brasil também irá apagar suas luzes


Pelo segundo ano consecutivo, o WWF-Brasil promove a Hora do Planeta no País. Em 2009, milhões de brasileiros apagaram as suas luzes e mostraram a sua integração contra as questões do aquecimento global.

No total 113 cidades brasileiras, incluindo 13 capitais, participaram da Hora do Planeta no ano passado. Ícones como o Cristo Redentor, a Ponte Estaiada, o Congresso Nacional e o Teatro Amazonas ficaram no escuro por sessenta minutos.

A mobilização para a Hora do Planeta 2010 já começou. O site www.horadoplaneta.org.br será a plataforma onde cidadãos, empresas e organizações brasileiras poderão deixar seu comentário e obter mais informações sobre o movimento.

O WWF-Brasil também já está em contato com as principais capitais e cidades brasileiras para a realização da Hora do Planeta 2010.

“A Hora do Planeta é um movimento de todos. Ela une cidades, empresas e indivíduos para conscientizar as lideranças mundiais - e, principalmente, para conscientizar uns aos outros - que queremos uma solução contra o aquecimento global.É uma oportunidade única para nós, brasileiros, de nos unirmos com a comunidade global em uma única voz para deter as mudanças climáticas”, é o que explicou a secretária-geral do WWF-Brasil, Denise Hamú.

A História

Desde sua primeira edição em março de 2007, a Hora do Planeta não parou de crescer. O que era um evento em uma única cidade, Sidney, na Austrália, tornou-se uma ação que varreu o mundo, envolvendo centenas de milhões de pessoas em mais de 4.100 cidades em 88 países.

A Hora do Planeta 2009 foi o maior ato voluntário que o mundo já conheceu. Alguns dos mais conhecidos monumentos mundiais, como as pirâmides do Egito, a Torre Eiffel em Paris, a Acrópole de Atenas e até mesmo as luzes de Las Vegas ficaram no escuro durante sessenta minutos.

Mei Lan agora integra o prestigiado grupo de personalidades que já desempenharam a função de Embaixador da Hora do Planeta - entre elas o Reverendo Desmond Tutu, os membros da banda Cold Play e a atriz Cate Blanchett.

Seus fãs podem acompanhar seu papel de embaixadora nos sites www.twitter.com/earthour e www.earthhour.org.

Está montado, assim, o palco para a Hora do Planeta 2010: o maior espetáculo da Terra para agir e enfrentar as mudanças climáticas.

Sobre a Hora do Planeta

A Hora do Planeta, conhecida globalmente como Earth Hour, é uma iniciativa global da Rede WWF para enfrentar as mudanças climáticas. No sábado, dia 27 de março de 2010, às 20h30, pessoas, empresas, comunidades e governo são convidados a apagar suas luzes pelo período de uma hora para mostrar seu apoio ao combate ao aquecimento global.

Na primeira edição, realizada em 2007 na Austrália, 2 milhões de pessoas desligaram suas luzes. Em 2008, mais de 50 milhões de pessoas de todas as partes do mundo aderiram à ação. Em 2009, quando o WWF-Brasil realizou pela primeira vez a Hora do Planeta no Brasil, quase 1 bilhão de pessoas em todo o mundo apagou suas luzes.

Sobre a Rede WWF

A Rede WWF é uma das maiores organizações ambientalistas independentes do mundo. Ela tem o apoio de quase 5 milhões de pessoas e uma rede mundial ativa em mais de 100 países. A missão da Rede WWF é acabar com a degradação do meio ambiente natural do planeta e construir um futuro onde os seres humanos vivam em harmonia com a natureza, assegurando o uso sustentável dos recursos naturais renováveis e promovendo a redução da poluição e do desperdício de consumo.

Sobre Chengdu

Chengdu é o centro nevrálgico do Sul da China e a capital da província de Sichuan, uma das regiões de desenvolvimento econômico e social mais dinâmicas naquele país.

Uma das megacidades do mundo, com mais de 10 milhões de habitantes, Chengdu é também única por estar a quase 5 mil metros de altitude e abrigar milhões de espécies.

Lugares e Monumentos, Símbolos da Humanidade se Integram a Campanha

Ícones mundiais terão suas luzes desligadas durante a Hora do Planeta 2010, unindo-se a centenas de milhões de pessoas em todos os continentes que estão comprometidas com uma solução para a questão do aquecimento global.

Às 20h30min de sábado, 27 de março, alguns dos monumentos emblemáticos mundiais mais famosos, que simbolizam a esperança, a paz, o esforço humano de realização e a beleza natural, ficarão mergulhados no escuro durante a Hora do Planeta. Será uma sinalização poderosa da determinação incansável da comunidade mundial de reagir contra a ameaça das mudanças climáticas.

A Torre CN em Toronto, a Montanha da Mesa na Cidade do Cabo, o Grande Palácio Real em Bangkok e o segundo edifício mais alto do mundo - Tapei 101 – ficarão no escuro durante a Hora do Planeta.

Enquanto isso, nos Estados Unidos, outros monumentos mundialmente famosos -- entre os quais estão a ponte Golden Gate de São Francisco, o edifício do Empire State em

Nova Iorque, o memorial do Monte Rushmore (Dakota do Sul) e até mesmo as luzes de Las Vegas -- serão desligados para demonstrar, de forma inequívoca, uma ação para enfrentar as mudanças climáticas numa das nações mais relevantes para o cenário climático.

Algumas das maiores metrópoles mundiais irão desligar o interruptor de energia elétrica em seus pontos turísticos característicos, de forma a enfatizar sua dedicação ao desenvolvimento sustentável e sua adesão às práticas de baixo carbono, no que se unem a seus cidadãos.

Em Londres, as luzes serão reduzidas na famosa roda gigante London Eye (o olho de Londres), e completamente apagadas no anúncio da Coca-Cola na praça do Piccadilly Circus. Isso servirá para enfatizar a resolução de seus habitantes, empresas e governos locais de adotar providências contra as mudanças climáticas.

Hiroshima será a primeira cidade japonesa a demonstrar seu compromisso com essa atividade climática mundial. Para isso, as luzes do célebre Memorial da Paz serão apagadas exatamente às 20h30min em 27 de março.

Essas ações realizadas por cidades de todo o mundo e por seus moradores são fundamentais para levar a resolução em favor do baixo carbono até a questão das mudanças climáticas, disse Andy Ridley, co-fundador da iniciativa e diretor executivo da Hora do Planeta.

“O C40 (grupo de cidades líderes comprometidas com o combate às mudanças climáticas) sugere que as cidades são responsáveis por até 75% das emissões mundiais de carbono; portanto, é absolutamente vital o papel das cidades na abordagem daquilo que é hoje, inequivocamente, a maior ameaça ao planeta,”, declarou Andy Ridley.*

“Ao desligar as luzes em seus pontos de referência na Hora do Planeta, as cidades refletem as aspirações de seus cidadãos enquanto uma comunidade que decidiu agir contra o aquecimento mundial”, concluiu.


Brasil 2010

As adesões para a Hora do Planeta já estão sendo registradas no http://www.horadoplaneta.org.br.

O Brasil participará pelo segundo ano consecutivo na Hora do Planeta. Prefeituras das capitais e de municípios, empresas e cidadãos estão convidadas a se engajar na Hora do Planeta.

Em 2009, os brasileiros engajaram-se ativamente nas cidades ou organizando eventos ou participando pela internet. Em todo o país aderiram ao movimento, 113 cidades, 1.167 empresas e 527 organizações, além de milhares de cidadãos.

A Hora do Planeta 2010 está sendo preparada para ser um momento marcante no aquecimento global e mostrar ao mundo o que pode ser feito. Não deixe de participar. Cadastre-se no site e faça a sua Hora do Planeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre esse artigo:

FICA-Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental

FICA-Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental
Lançamento XII FICA, o evento acontece de 08 a 13 de Junho

Filmes Selecionados a XII Edição do FICA

Filmes Selecionados a XII Edição do FICA
The Cove documentário premiado com o "Oscar", participa da XII Edição do FICA

Willian Bonner, uma Aventura Twetteriana.

Lançamento do Livro do Professor Osmar Pires

Lançamento do Livro do Professor Osmar Pires
Professor Osmar Pires