sexta-feira, setembro 17, 2010

Tem início em Goiânia, a IX Edição do FESTIVAL VACA AMARELA 2010.

Dinalva Heloiza/Gregory Correia Abreu/Frederico Fernandes/Ludmilla Naves

Goiânia, uma das mais belas capitais em todo Brasil, sedia, mais uma edição do Festival Vaca Amarela, um evento que se tornou um dos mais respeitáveis e apreciáveis festivais em cenário goiano. Em sua 9ª edição, o Festival Vaca Amarela, vem inovando o cenário sociocultural  da cidade.




Tem início em Goiânia, mais uma Edição do Festival Vaca Amarela, são nove anos de sucesso e um público fiel, presente em todas as edições. O Festival Vaca Amarela é um grande evento que reúne ritmos com diversidade musical, e vem compondo atualmente com uma expressiva característica, interagindo junto com seu público, com uma extensa programação artística que agrega atividades socioculturais e ambientais, tendo como foco a sustentabilidade. Esse festival é produzido e realizado anualmente em Goiânia desde 2002 pela Fósforo Cultural.  

Fósforo Cultural, uma produtora que se insere no cenário independente, tendo surgido a partir de uma decisão da então Fósforo Records, em ampliar suas atividades sem deixar de lado seu foco de atuação como produtora independente musical,  mais interada na linha promocional do rock. A partir de então a produtora, ampliou suas atividades, dando início a produção de projetos em contexto sociocultural, agregando valor as suas produções.

Fósforo Cultural, Produtora do Evento.
  
Hoje a Fósforo Cultural, está presente no cenário nacional do rock independente, e desponta também nesse cenário junto as atividades e projetos socioculturais. Uma das conquistas da produtora é estar engajada como membro ativo do Circuito Fora do Eixo, (Movimento social que conta com a participação de selos, produtoras, ativistas culturais, coletivos, bandas, além de jornalistas em todo o país e aqueles  que trabalham com a música independente sob uma perspectiva além do eixo Rio-São Paulo).

A Fósforo é também responsável por boa parte do trabalho local articulado junto ao Circuito. Outra conquista da produtora, foi a filiação de seu principal festival, o Vaca Amarela, - que esse ano realiza sua 9ª edição-  à Associação Brasileira dos Festivais de Música Independente – Abrafin.

9ª Edição do FESTIVAL VACA AMARELA

Essa 9ª  edição tem integrada a sua programação, atividades voltadas às oficinas e workshops,  ampliando oportunidades em informações ligadas a sustentabilidade. O Festival terá duas etapas, a primeira que acontece em 15 e 16 de Setembro, é quando acontecem  atividades voltadas às palestras e cursos, além de disponibilidade de serviços focados no público que prestigia o festival.

A edição 2010 tem na programação um total de 34 shows, entre artistas que se apresentam individualmente, e bandas com formações em todo o Brasil, além de uma atração internacional, a argentina La Cartelera.
                                                     
Dentre as atividades abertas ao público a Fósforo, traz o circuito de Artes Integradas - Live Painting com grafiteiros e ilustradores. Eles são um total de cinco artistas, que estarão se apresentando durante o festival. Esses artistas estarão juntos produzindo um painel, cujo destino ainda é surpresa.

Na agenda do festival, outra atividade aberta, acontecerá com palhaços, malabares e lira acrobática. O público presente poderá optar também por atividades contempladas por alguns grandes profissionais da moda, que estarão disponibilizando serviços durante o evento.

São diversas oficinas oferecidas nessa edição, além das linhas de malabares e moda, o público poderá se inscrever para atividades ligadas a internet, eleições, cultura, e sustentabilidade. Nesse último serão oferecidas palestras que enriquecem e contribuem com informação ao público, ampliando conhecimentos necessários as questões que envolvem sustentabilidade com  responsabilidade socioambiental, integradas a 9ª Edição do Festival Vaca Amarela.

A sustentabilidade, no que tange a aspectos socioculturais e em cidadania, estarão sendo focados na agenda da Fósforo Consciente, responsável pelas atividades socioculturais durante essa edição. Essa é mais uma campanha permanente da Fósforo Cultural, que busca estimular junto ao público que prestigia o evento,  aspectos voltados a ampliação de uma consciência ambiental, nos padrões da sustentabilidade, o que prevê algumas atividades que visam  minimizar impactos ambientais, em decorrência do festival, e inclusive como instrumento de conscientização extensivo ao público que estará prestigiando o evento, durante a realização do mesmo.  

Aspectos como a redução de resíduos sólidos, (lixo), e ainda o correto descarte desses resíduos, são temas que serão focados em palestras e que estarão presentes nesse evento.  Outra preocupação da Fósforo Consciente, é estimular o plantio de árvores nativas do cerrado, como forma de minimizar impactos quanto as emissões provocadas pelas atividades do festival.  

A 9ª edição do Festival Vaca Amarela contemplará seu público com postos instalados estrategicamente, dirigidos a coleta seletiva, específicos para cada tipo de material, inclusive com recipientes exclusivos para resíduos eletrônicos, onde a população poderá transportar aparelhos em desuso até esses locais, onde posteriormente serão encaminhados  a reciclagem, a exemplo: Pilhas, baterias, aparelhos celulares, computadores e todo tipo de eletrônicos, em desuso, durante os dias em que o festival, acontece na Estação Goiânia de Cultura, em 17 e 18 de setembro, os dias programados as apresentações musicais.

Uma ação da Fósforo Consciente, formalizando a responsabilidade social da Fósforo Cultural,  junto ao público que prestigia o evento e a sociedade goiana, como forma de contribuir na minimização dos impactos socioambientais em espaços urbanos.
                                                             
Voto Consciente

Nesse terceiro milênio, quando uma ordem natural universal, convida a todas as sociedades a responderem por um novo modelo em desenvolvimento sustentável, em que prima a valorização dos princípios éticos e básicos em direitos humanos, e a preservação dos nossos recursos naturais com utilização racional dos recursos renováveis, o que é uma responsabilidade de todas as sociedades e indivíduos, em concordância com esses aspectos, a Fósforo também levanta a bandeira do Voto Consciente.

Estamos em ano de eleição, e o Festival Vaca Amarela, visa estimular em cada cidadão e cidadã, a consciência eleitoral, um momento de extrema importância na escolha dos nossos candidatos, por um novo modelo em desenvolvimento. Com esse raciocínio, é necessário que elejamos aqueles que atendam as principais necessidades da sociedade em que estamos inseridos, estimulando valores em instrução, educação e cultura, e todos os meios que traduzem as liberdades de expressão, assim como todo e qualquer instrumento de manifestação sociocultural e ambiental, pela valorização da sociedade, de sua memória e da preservação da história do povo goiano.

A Fósforo Consciente visa debater mecanismos para que a cultura passe a ser considerada como prioridade tanto nas políticas públicas como nas demais esferas do poder público em todo Estado. O PCult,  convida a uma análise dos compromissos reais e propostas dos atuais candidatos junto a sociedade goiana, assim como formas para que a cultura passe a ter peso significativo na execução de planos políticos, idéia esta encabeçada pela campanha Fósforo Consciente 2010

Programação

Nessa 9ª Edição, que acontece de 15 a 18 de Setembro de 2010, o evento apresenta uma programação musical bem eclética, com diversidade de ritmos e bandas que transitam por inúmeros estilos, eles navegam no balanço de ritmos que vão do Rock, Pop Rock, Blues, Folk, Instrumental, Rap, Country Rock, Black, Soul, e mais os ritmos consagrados em cenário nacional, como MPB, Pop, Samba e Baião, Maracatu, Frevo, Rap e os latinos como o tango, a salsa, e outros.

A novidade será a apresentação internacional da banda, La Cartelera, que vem da  Argentina, especialmente para essa edição do Vaca. Eles fazem uma mistura de ritmos como reggae, ska, cumbia, sambareggae dentre outros. Outra novidade que a Fósforo Cultural, programou pra essa edição, dentre as atrações nacionais, será a presença de um dos grandes ícones do Pop Rock brasileiro, o grande Lobão, que estará se apresentando dia 17/09 às 03:00 horas da manhã, segundo a grade de programação do evento. Outra novidade é que Lobão está preparando sua biografia, a qual ele pretende estar lançando até o final de 2010. 

 Vaca Amarela 2010
de 15 a 18 de setembro
Estação Goiânia
Ingressos: R$ 25 por dia, R$ 40 passaporte
http://fosforocultural.com.br/vaca
Contato: Fósforo Cultural 

(62) 3087-4927 Rua 3, 546, Centro, Goiânia/GO www.fosforocultural.com.br.
João Lucas (Produção Artística) - 85099994
Juliana Marra (Produção Executiva) - 92464960
Agatha Couto (Assessoria de Imprensa) - 92226965

PROGRAMAÇÃO SHOWS

SEX. 17/09

02:30 TNY
02:00 Edy Star (BA)
01:30 Umbando
01:00 Terra Celta (PR)
00:30 La Cartelera (ARG)
00:00 Pata de Elefante (RS)
23:30 Fusile (MG)
23:00 Mersault e a Máquina de Escrever
22:30 Passarinhos do Cerrado
22:00 Stereovitrola (AP)
21:30 Oye!
21:00 Novos Vinis (Anápolis)
20:30 Rádio Carbono
20:00 Trivoltz
19:30 Chimpanzés de Gaveta
19:00 Coletivo Sui Generis
18:30 Abertura dos Portões

SAB.18/09
03:00 Velhas Virgens (SP)
02:30 Mugo
02:00 Claustrofobia (SP)
01:30 Nitrominds (SP)
01:00 Johnny Suxx n' the Fucking Boys
00:30 Necropsy Room
00:00 Johnny Hooker & Candeias Rock City (PE)
23:30 Hellbenders
23:00 Baudelaires (PA)
22:30 Gramofocas (DF)
22:00 Space Monkeys
21:30 Inimitáveis (MT)
21:00 Ultravespa
20:30 Surround
20:00 Black Queen
19:30 Coerência
19:00 Antes do Fim
18:30 Abertura dos Portões


PALESTRAS
Local: Auditório do Hotel Kananxuê

Dia 15

14:30/16:00 - MESA 1: Eventos Sustentáveis – cultura e sustentabilidade
Em meio ao surgimento constante de novas idéias a respeito da preservação do meio ambiente, destacam-se os chamados ‘eventos sustentáveis ou verdes’. Aqui serão discutidos princípios e ações que podem ser aplicados a eventos culturais que possibilitam classificá-los como sustentáveis, linha na qual se norteia o Vaca Amarela. O debate enfatiza o vínculo entre o fortalecimento cultural e a preservação do meio ambiente.

- Dra. Elisa Barbosa - Docente IESA/UGF
- Antonio Zaiek - Ambientalista/ Eco Vila Santa Branca
Mediadora: Naya de Sousa

16:30/18:00 - Mesa 2 - PCult: Eleições e Cultura em Goiás
Esta mesa visa debater mecanismos para que a cultura passe a ser considerada como prioridade tanto nas eleições como nas demais esferas políticas do Estado. O PCult, o Partido da Cultura, visa analisar o compromisso real dos atuais candidatos com o desenvolvimento da cultura goiana, assim como formas para que a cultura passe a ter peso significativo na execução de planos políticos, idéia esta encabeçada na campanha Fósforo Consciente 2010: “Voto Consciente”.

- Léo Pereira – Terrorista da Palavra
- Fabrício Nobre - Abrafin
- Décio Coutinho - SEBRAE
Mediador: Pablo Kossa

DIA 16

14:30/16:00 - MESA 1 - Sustentabilidade e Cultura, soluções econômicas: Economia Solidária
Você já ouviu falar em Economia Solidária? Neste debate iremos expor situações e experiências de grupos e pessoas que praticam a Economia Solidária dentro e fora da cultura e como aplicação prática desse novo conceito pode ajudar a garantir o sustento de empreendimentos culturais, grupos organizados e famílias.

- Carol Tokuyo - Massa Coletiva (SP)
- Odília Rogado - Fórum Brasileiro de Economia Solidária
Mediador: Luiz Antônio Guerra

16:30/18:00 - MESA 2 - A importância da formalização de empreendimentos culturais
Da intenção à ação organizada. Quais são as vantagens de formalizar e profissionalizar seu empreendimento cultural? Quais as naturezas jurídicas mais adequadas às iniciativas culturais: OSCIP, Associação, ONG, Empreendedorismo Individual? Nesta mesa procuraremos esclarecer estas questões.

- Leo Bigode  – Monstro Discos
- Tião Donato – IGC
- Israel Witicovski - SEBRAE/GO
Mediador: Luiz Antônio Guerra

OFICINAS
Dias 15 e 16
As inscrições serão feitas a partir de segunda-feira, 30/08, na Fábrica Cultura Coletiva.

OFICINA DE MALABARES E MANIPULAÇÃO
Facilitador: Plenluno 
Modalidades: Bolinhas; Claves; Bastão; Equilíbrio de Objetos.

Nessa oficina, o participante aprenderá noções de manipulação de objetos, equilíbrio e coordenação motora.
Vagas: 20 alunos por turma. (Inscrição válida para os dois dias de Oficina)
Material necessário: 2 garrafas pet e um cabo de vassoura
Local: Fabrica Cultura Coletiva – Rua 3, Nº456 – Centro.
Periodo: 19:00 às 21:00

CRIAÇÃO DE MYSPACE
Facilitador: Bullas Atekita

Descrição: Oficina para criação, customização e divulgação de “Myspace” englobando os seguintes tópicos:
 - Criação de layout
 - Plugins e ferramentas
 - Codificando seu Layout (CSS)
 - Técnicas de Divulgação.
Vagas: 10 alunos por turma
Local: Auditório do Hotel Kananxuê – Rua 28, Nº 27 - Centro.
Periodo: 10:00 às 12:00
Materiais Necessários: Caderno e Pendrive (Para anotações e Copiar o material produzido na Oficina)

OFICINA DE DISCOTECAGEM (CONCEITOS E TÉCNICAS DE MIXAGEM)
Facilitador: Telmo Avelino 

Resumo: O curso oferecido para a Oficina de Discotecagem será uma fusão de:
 - Discotecagem Digital
 - Discotecagem Analógica
 - Técnicas de Mixagem ao vivo através de: CDjs, Mixers e Controladores MIDI (Utilizando o programa de discotecagem “Traktor Scratch Pro”
Vagas: 15 alunos (inscrição válida para os dois dias)
Local: Rock N`Gol – Rua 139 nº35 Setor Marista
Período: 14:00 às 16:00
Material Necessário: Um Pendrive ou CD com algumas músicas que o aluno deseja aprender a Discotecar.

OFICINA DE DISCOTECAGEM (TOCA-DISCOS)
Facilitador: DJ Múcio

A Oficina será ministrada para iniciantes e também DJ´s que não tenham formação em Toca-Discos.
Tópicos:
 - Introdução ao equipamento e regulagem.
 - Som no Suporte Analógico e Digital. (Interface: SERATO SL3)
 - Noções de Mixagem e Equalização.
Vagas: 15 alunos (inscrição válida para os dois dias)
Local: Rock N`Gol – Rua 139 nº35 Setor Marista
Período: 16:30 às 18:30

CONFECÇÃO DE TOY-ART E ACESSÓRIOS COM MATERIAL RECICLADO
Facilitador: O Casulo Coletivo de moda

O participante poderá aqui produzir um toy com materiais que seriam descartados por confecções de estofados.
Local: Fábrica Cultura Coletiva – Rua 3, Nº456 – Centro.
Capacidade: 15 alunos por turma (uma turma por dia)
Horário: 15:00-18:00
*Material necessário: tesoura e pincel n.6 ou mais fino

STENCIL
Facilitador: Rustoff

Nesta oficina o participante terá oportunidades em confeccionar máscaras de estêncil e utilizá-las numa intervenção urbana no local de realização.
Local: Fábrica Cultura Coletiva – Rua 3, Nº456 – Centro.
Capacidade: 15 alunos por turma (uma turma por dia)
Horário: 15:00-18:00
 1 folha de papel cartão duplex
 1 estilete
 1folha de papel carbono

 BANDAS












SEXTA 17/09

03:00 Lobão (RJ)
João Luiz Woerdenbag Filho, o Lobão, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 1957. Músico e VJ da MTV é a autor dos sucessos “Me Chama”, “Vida Bandida”, “Rádio Blá”, “Decadence avec Elegance”, “Vida Louca Vida” e “Corações Psicodélicos”. Em 1999, lançou “A Vida é Doce”, um marco no mercado independente da música. Está preparando sua biografia, que vai ser lançado no final do ano.


02:30 Umbando
Desde 2001, eles vem traçando uma odisséia musical no espaço brasileiro. Aqui o ‘primitivo’ convive com o ‘moderno’ harmonicamente e sem estranhezas. Com um som inteiramente autoral, o Umbando passeia pelo território nacional partindo de ritmos como os já consagrados samba e baião, além de outras vertentes mais regionais como o boi, a catira e o xote.


02:00 Edy Star (BA)
Nascido Edivaldo Souza, em Juazeiro, Bahia, em 1938, Edy é um cantor, ator, dançarino, produtor teatral e artista plástico brasileiro. Começou sua carreira artística em Salvador no início da década de 1960 e ganhou notoriedade por suas apresentações em boates no Rio de Janeiro e São Paulo.


01:30 TNY
Com 18 anos na estrada, The Not Yet Famous Blues Band é referência no blues rock dentro e fora de Goiás. A banda se identifica não somente com um estilo musical, mas sim como uma representante da música de qualidade. Para aqueles que estão curiosos, vale à pena conferir e constatar que nesta banda o bom e velho blues se juntou ao seu mais famoso filho – o rock’n roll.


01:00 Terra Celta (PR)
Música celta com tempero brasileiro. Mistura de melodias celtas tradicionais, rock, MPB, folk, rap, moda de viola, baião e outros estilos, com pitadas generosas de bom humor e letras satíricas, em apresentações divertidas e contagiantes. É com essa receita que eles vem criando uma nova linguagem musical, uma linguagem sem tribos, rótulos ou definições.


00:30 La Cartelera (ARG)
Mistura ritmos populares latino-americanos como o reggae, ska, cumbia, cuarteto, wawancó e sambareggae. Identificada pelos jornais argentinos como uma Big Band festiva e irreverente. Soma 10 anos de trajetória, sendo uma das bandas mais populares do interior do país. Tem dois álbuns lançados.


00:00 Pata de Elefante (RS)
Em 2009, eles foram considerados a melhor banda de rock instrumental do país com o prêmio do Vídeo Music Brasil, da MTV. Frmado em 2002 em Porto Alegre (RS), o trio instrumental toca rock’n’roll com voz na guitarra. Suas influências passam por Jimi Hendrix, folk-rock, country-rock e uma sonoridade urbana e dançante.


23:30 Fusile (MG)
Música enérgica que caminha entre rock, ska, swing e ritmos latinos, aliado a uma postura política ativista, resultando em um som difícil de se classificar. Antes mesmo de lançar seu primeiro CD, o Fusile entrou na programação da Oi FM com a música "Blue Blood" e tocou em importantes festivais e casas da cena independente do Rio de Janeiro e Belo Horizonte.


23:00 Mersault e a Máquina de Escrever
A banda é inspirada pelo livro O Estrangeiro, de Albert Camus, que conta a história do estranho personagem Meursault, e busca elementos musicais na crueza dos primeiros discos do The Cure e na pós-MPB da banda Fellini. Os temas vão de Salvador Dali e sua afeição a Hitler à trajetória de um Ladrão de brinquedos com fetiche por luvas da cor lilás.


22:30 Passarinhos do Cerrado
O grupo traz uma proposta musical baseada no estudo da cultura popular brasileira, tendo como referência as manifestações nordestinas e do centro-oeste do país. Parte do cenário cultural goiano, o grupo envereda pelo universo das raízes brasileiras, compondo poesias, melodias e arranjos que misturam o ritmo nordestino, coco, com manifestações artísticas regionais como a folia de reis, a congada e a catira.


22:00 Stereovitrola (AP)
Famosa banda da cena indie do Amapá que experimenta o rock desde 2003. Tocando sempre no volume máximo, trazem a brincadeira psicodélica de um rock sulista – por vezes moderninho feito um britânico. Suas músicas são estímulo fácil para os grunges de plantão.


21:30 Oye!
Ao princípio, pode soar como sábado de sorvete no parque ou como Pop, Folk, Blues, Rock, mas é da mistura desses "estilos" que se origina a singularidade sonora da banda. Com influências que vão do eletro rock até ao melodrama da música latina, ¡Oye! conseguiu, por incrível que pareça, se equilibrar e fazer um som que estava desaparecido por aqui.


21:00 Novos Vinis (Anápolis)
Dos timbres mais estralados aos duetos mais quentes do sertão, Novos Vinis resgata o conceito real do rock e faz do palco emissor assíduo de energia, obtendo como um das principais características dos seus shows a animação do público e a presença eletrizante dos garotos no palco. “É rock, cara! Simplesmente rock... juvenil, safado e chapado”.


20:30 Rádio Carbono
Radiação musical transmitida através de estranhas freqüências, com shows dançantes que contaminam o público (no bom sentido). Misturam rock, samba, psicodelia, progressivo, maracatu, maracujá, frevo, tango, jaca e empadão goiano. Gravaram um EP exclusivamente para o Vaca Amarela 2010, disponível em seu myspace.


20:00 Trivoltz
Sonoridade moderna, guitarras inundadas em delays, baixo carregado de big muff e enérgicos grooves de bateria! Atendendo aos remanescentes do clássico vinil e aos órfãos de vitrola da geração CD, o álbum de estréia do trio é composto de um lindo vinil 12’ e um CD Bônus, todo material foi prensado em uma das maiores fábricas de vinil do mundo a GZ Vinyl localizada na Republica Tcheca.


19:30 Chimpanzés de Gaveta
Formanda em 2006 por estudantes de jornalismo e publicidade, a banda fala do nosso instinto guardado, e eles manifestam esse instinto com música: Rock, Black, soul, funk, samba... Quando a gaveta se abre, o instinto aflora e a música rola. “Somos primatas instintivamente musicais”, dizem esses Chimpazés.


19:00 Coletivo Sui Generis
Vem com uma proposta totalmente nova, provando ser possível misturar estilos variados de rock, rap, experimentalismo e improvisos com DJ. Um som explosivo e inovador chamado RAPCORE, com todas letras são em português. Tocaram a primeira vez em Piracanjuba-GO. O primeiro álbum está sendo produzido pela Sonoro Records.

SÁBADO 18/09

03:00 Velhas Virgens (SP)

A maior banda independente do Brasil está cheia de novidades. Seu novo cd “Ninguém Beija como as Lésbicas” chega com uma proposta diferente: uma ópera rock. Para acompanhar o disco temático, a banda criou um novo formato de shows, com iluminação, cenário e figurino diferenciados, ambientando a história proposta. Uma ode ao rock, diversão e boemia aos moldes das Velhas Virgens.


02:30 Mugo
Música de impacto em uma mistura incandescente de estilos que convergem em muita brutalidade. O show da banda é constantemente lembrado como uma explosão de sentidos, em que tudo é estimulado de uma só vez. O conjunto é pura consequência da junção de cinco integrantes de diferentes influências mas que possuem um objetivo em comum: fazer muito barulho.


02:00 Claustrofobia (SP)
Surgiu em 1996 em Leme, São Paulo. É considerada a principal banda de Thrash/HardCore/Death Metal do underground brasileiro. Já dividiram o palco com bandas consagradas da cena mundial como Soulfly, Destruction, Napalm Death, Ratos de Porão, Vader e Sepultura.


01:30 Nitrominds (SP)
Reconhecida banda de punk rock - hardcore, conhecida por sua melodia, técnica, velocidade e agressividade. Formada em 1994 por André, Lalo e Edu, 16 anos de estrada, muito trabalho no Brasil e exterior. Em abril, lançaram “Kill emo all”, disco online e free para download com covers de bandas que os influenciaram, como Pennywise, Bad Religion, SOD, The Police e outras.


01:00 Johnny Suxx n' the Fucking Boys
Uma das bandas mais ativas de Goiânia, talvez uma das que mais se apresentou nesses últimos anos. A base musical da banda consiste em pilhagem de clichês, riffs manjados e muita cara de pau. As heranças são óbvias: A corrosão anárquica sonora dos Stooges, passando pela ambiguidade e viadagem debochada do glam rock. A banda lançou em 2010 seu segundo disco de estúdio, o Disco Zebra, selado pela Fósforo em parceria com a Fora do Eixo Discos.


00:30 Necropsy Room
Reconhecida pelo talento e ótimo entrosamento entre seus componentes, a banda executa um Death Trash Metal com personalidade única. Surgiu em 1998 em Quirinópolis (GO), mas o reconhecimento só veio quando se mudaram para Goiânia em 2000. Procura sempre inovar, levando para ao palco uma grande dose de energia, associada à uma competência incontestável.


00:00 Johnny Hooker & Candeias Rock City (PE)
As ideologias morreram. Nós só queremos dançar.” .” É a partir desse conceito que a banda de Recife (PE) parte para um passeio entre os caminhos da vida noturna, e do modo de vida de seus personagens trazendo à tona uma música dançante e enérgica orientada para as pistas.


23:30 Hellbenders
É o resultado da junção de 4 jovens que só queriam aproveitar tudo aquilo que o rock and roll poderia proporcionar-lhes: o rock pelo rock. Bebendo da mesma fonte do MQN e dos Black Drawing Chalks, a banda promete um show enérgico, com performances dignas de uma banda de “rock de goiano”, como denominam a forte influência do Stoner/Garage em Goiânia


23:00 Baudelaires (PA)
Extremamente produtiva, a banda do Pará tem pouco mais de um ano e já gravou dois discos. Estão sempre na busca pelo encontro das melodias mais belas que suas inspirações podem proporcionar. Tocaram no festival Se Rasgum 2009 e no Grito Rock de Cuiabá. Na cena paraense, as musicas já estão sendo cantadas e bem puladas pelo público.


22:30 Gramofocas (DF)
Como os melhores grupos de rock, o trio Gramofocas surgiu da união de três amigos que gostavam de punk rock, na velha e clássica escola Ramones. A essa influência, agregaram um pouco de rockabilly, country, rock nacional na linha Cascavelletes, Léo Jaime e João Penca e Seus Miquinhos Amestrados, resultando no que se convencionou chamar de punkabilly.


22:00 Space Monkeys
Fortemente influenciado pelo rock dos anos 90, como Foo Fighters e QOTSA. As duas guitarras tocam a mesma coisa em poucas partes, mas não se embolam e definem bem as melodias, numa massa bem definida de peso e harmonia, apoiada pela base sólida da cozinha.

21:30 Inimitáveis (MT)
Surgiu em Cuiabá-MT, fazendo releituras da singela Jovem Guarda. Com apenas 2 anos e meio de formação, conheceram o Rei Roberto Carlos e já fizeram mais de 200 shows pelo Brasil. Ao todo foram 10 estados brasileiros, passando por pequenos eventos até grandes festivais. Estão lançando o primeiro EP, chamado “Eu não sou o Roberto”.


21:00 Ultravespa
Com influências de The Kinks, Beatles e Cascavelletes, a banda mescla a levada dos anos 50 e 60 com perversões e refrões grudentos, marca registrada da banda. A banda de Goiânia segue incrementando cada vez mais seu som, valorizando seu estilo de fazer música e rendendo ótimos shows.


20:30 Sunroad
Banda de renome com mais de 10 anos, considerada a principal banda de hard rock do Centro Oeste e umas das principais no Brasil. Suas músicas tocam em todos dos cantos do mundo (EUA, Europa, Japão...) e eles já foram para os Estados Unidos, América Latina e por aí vai. O som pode ser definido como um hard rock bastante dinâmico, com influência do blues e do rock progressivo. A temática é existencial/cristã, mas sem ligação com entidades religiosas.


20:00 Black Queen
Fruto da internação de quatro jovens em uma garagem. Formada em 2009, com influências que vão do blues ao stoner, a energia é facilmente notada no palco. O resto ninguém sabe


19:30 Coerência
Coerente, para que o som não seja cúmplice da realidade óbvia que parece não ser vista. Rápido como a gama de informações que passam, mas passível de compreensão para que o sentido seja compartilhado.


19:00 Antes do Fim
A banda surgiu em 2008 em Goiânia, com um som pesado com guitarras ilimitadas e partes melódicas, um som que "bate e acalma". Seu EP independente “A Última Esperança”, lançado em 2009, rendeu mais de 20 mil plays no myspace e abriu várias portas para a banda.



Fonte: Ascom Agatha/Fósforo Cultural

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre esse artigo:

FICA-Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental

FICA-Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental
Lançamento XII FICA, o evento acontece de 08 a 13 de Junho

Filmes Selecionados a XII Edição do FICA

Filmes Selecionados a XII Edição do FICA
The Cove documentário premiado com o "Oscar", participa da XII Edição do FICA

Willian Bonner, uma Aventura Twetteriana.

Lançamento do Livro do Professor Osmar Pires

Lançamento do Livro do Professor Osmar Pires
Professor Osmar Pires